Estima-se que 2 milhões de brasileiros tenham o Transtorno do Espectro Autista (TEA), ou simplesmente autismo. O distúrbio está relacionado a dificuldades de comunicação e interação social e, nos casos mais evidentes, costuma ser identificado logo na infância. O diagnóstico precoce, aliás, é crucial para iniciar terapias que ajudam a lidar com os incômodos mais frequentes — psicólogos, fonoaudiólogos, fisioterapeutas e outros profissionais dão um suporte decisivo para a maioria dos portadores.