Imagem Redes Sociais
Um grupo de mais de 14 candidatos ao Conselho Tutelar da cidade de Piranhas, sertão de Alagoas, protocolaram ao Conselho Municipal da Criança e do Adolescente (CDMCA) e ao Ministério Público, pedido de impugnação do processo Eleitoral para Conselheiro Tutelar,  ocorrido no último domingo, 06.

Segundo os candidatos, a impugnação se baseia por suspeitas de irregularidades  como; o  nome dos candidatos a conselheiros tutelares não constatavam na lista de eleitores, pessoas votando sem o nome estar na lista oficial, fiscais e parentes de fiscais na contagem dos votos.

Os protocolos foram realizados nos dias 10 e 11 de outubro, e encaminhados ao Conselho Municipal da Criança e do Adolescente e ao Ministério Público.

"Nós Candidatos fizemos o pedido de IMPUGNAÇÃO do processo Eleitoral pra Conselheiro Tutelar de Piranhas/AL, feito por mais de 14 Candidatos, por suspeitas de irregularidades nas Eleições ocorridas dia 06 de outubro de 2019. Para deixar ciente a População de que nós estamos buscando um Direito que nos cabe e também está dando uma explicação para o povo.", frisaram os  candidatos ao Conselho.





 

 



Por Redação Blog Adalberto Gomes Notícias