Imagem reprodução Google
O Boletim Epidemiológico desta sexta-feira (24/04) confirma mais 89 casos de Covid-19 em Alagoas. Dessa forma, o Estado tem um total de 413 casos confirmados do novo coronavírus até o momento, dos quais 270 estão em isolamento domiciliar e 38 internados em leitos públicos e privados, sendo dez em UTI e 28 em enfermaria. Outros 78 pacientes já finalizaram o período de isolamento, não apresentam mais sintomas e, portanto, estão recuperados da doença. Há 219 casos em investigação laboratorial.

Foram confirmadas laboratorialmente cinco novas mortes, sendo três homens e duas mulheres, ocorridas entre os dias 18 e 24 de abril. Quatro vítimas residiam em Maceió e uma em Limoeiro de Anadia, e tinham entre 45 e 68 anos de idade. As vítimas de 45 e 54 anos não tinham comorbidades, enquanto a de 64 anos tinha hipertensão arterial sistêmica e a de 47 anos tinha diabetes. Já a quinta vítima, de 68 anos, evoluiu para óbito com pneumonia viral e choque séptico. Com isso, o estado contabiliza 27 mortes por Covid-19.

Os casos confirmados estão distribuídos nas cidades de Maceió (355), Marechal Deodoro (9), Rio Largo (7), Arapiraca (4), Murici (3), Pilar (3), Satuba (3), Palmeira dos Índios (2), Piaçabuçu (2), Porto Real do Colégio (1), Santa Luzia do Norte (1), São Miguel dos Campos (1), Delmiro Gouveia (1), Maragogi (1), Boca da Mata (1), União dos Palmares (1), São Miguel dos Milagres (1), Viçosa (1), Ibateguara (1), Capela (1), Barra de Santo Antônio (1), Anadia (1), Paripueira (1), Limoeiro de Anadia (1) e Maribondo (1). As outras nove pessoas que testaram positivo para a Covid-19 em Alagoas residem em Pernambuco, Distrito Federal, Rio de Janeiro e São Paulo.

Leitos de Covid-19 do Estado – Dos 339 leitos criados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) para atender, exclusivamente, pacientes com suspeita e confirmação de infecção pelo novo coronavírus, 91 estavam ocupados até as 13h30 desta sexta-feira (24/04), o que corresponde a 27% do total – 33 pacientes estão em leitos de UTI, cinco em UTI Intermediária e 53 em enfermaria. Desses, 78 estão internados em Maceió, oito em Arapiraca, quatro em Coruripe e um em Palmeira dos Índios, segundo dados da Central de Regulação de Leitos da Sesau. Para acompanhar a evolução da ocupação dos leitos exclusivos para Covid-19, clique aqui.

Óbitos – Alagoas tem 27 óbitos confirmados, sendo 15 do sexo masculino e oito do feminino. Dezoito vítimas residiam em Maceió e as outras nove em Marechal Deodoro (1), São Miguel dos Milagres (1), Viçosa (1), Anadia (1), Limoeiro de Anadia (1), Paripueira (1), Ibateguara (1), São Paulo (1) e Pernambuco (1), segundo o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs). A média de idade é de 70 anos, sendo a idade mínima 24 e a máxima 89 anos.

Relação das mortes por Covid-19:

1ª – 31/03 – Homem, 64 anos – Maceió (AL)
2ª – 03/04 – Homem, 78 anos – Maceió (AL)
3ª – 08/04 – Mulher, 77 anos – São Paulo (SP)
4ª – 12/04 – Homem, 79 anos – Marechal Deodoro (AL)
5ª – 14/04 – Homem, 48 anos – Maceió (AL)
6ª – 17/04 – Homem, 46 anos – Maceió (AL)
7ª – 17/04 – Homem, 40 anos – Maceió (AL)
8ª – 18/04 – Homem, 73 anos – Recife (PE)
9ª – 18/04 – Mulher, 56 anos – São Miguel dos Milagres (AL)
10ª – 18/04 – Mulher, 72 anos – Maceió (AL)
11ª – 19/04 – Mulher, 58 anos – Maceió (AL)
12ª – 19/04 – Mulher, 74 anos – Maceió (AL)
13ª – 19/04 – Homem, 83 anos – Maceió (AL)
14ª – 19/04 – Homem, 85 anos – Viçosa (AL)
15ª – 19/04 – Mulher, 63 anos – Ibateguara (AL)
16ª – 20/04 – Mulher, 60 anos – Maceió (AL)
17ª – 20/04 – Homem, 67 anos – Maceió (AL)
18ª – 20/04 – Homem, 34 anos – Maceió (AL)
19ª – 21/04 – Homem, 24 anos – Maceió (AL)
20ª – 22/04 – Homem, 89 anos – Maceió (AL)
21ª – 23/04 – Homem, 80 anos – Paripueira (AL)
22ª – 23/04 – Homem, 76 anos – Anadia (AL)
23ª – 24/04 – Homem, 45 anos – Maceió (AL)
24ª – 24/04 – Feminino, 64 anos – Maceió (AL)
25ª – 24/04 – Homem, 54 anos – Limoeiro de Anadia (AL)
26ª – 24/04 – Homem, 47 anos – Maceió (AL)
27ª – 24/04 – Mulher – 68 anos – Maceió (AL)

*As datas acima se referem à inclusão dos óbitos confirmados no Boletim Epidemiológico do CIEVS.


Por Ascom Sesau